João Bosco faz shows em São Paulo

Em fevereiro, o cantor e compositor João Bosco fez dois shows especiais em São Paulo, para a gravação de seu primeiro DVD. O gancho foram os 60 anos de vida e mais de 30 de carreira. O registro rendeu CD também, João Bosco ao Vivo - Obrigado, Gente! (Universal). É com esse formato de show (mas sem os convidados) que Bosco está em turnê e se apresenta nesta sexta e sábado, no Citibank Hall.Quando recebeu o convite para o projeto, João Bosco chegou a cogitar incluir músicas inéditas, mas pensou melhor e deixou-as para um próximo trabalho. "Vou fazer uma turnê com Gonzalo Rubalcaba, entre outubro e novembro e, na volta, gravo um CD de inéditas", antecipa.À vontade no palco, o músico revisitou a carreira, no embalo de um repertório que ele considera "básico e generoso". Em alguns casos, tentou dar novo frescor a ele, reinventando arranjos. Um Gago Apaixonado (Noel Rosa), por exemplo, era um samba que ele não tocava havia tempos e aproveitou essa retomada colocando um violão de improviso nele. Já Bala com Bala (parceria com Aldir Blanc) nem sequer havia entrado num show seu em todos estes anos de carreira. Foi gravado por Elis Regina e, por isso, sempre achou que a interpretação dela era definitiva. Resolveu tocá-la pela primeira vez neste projeto. "Foi ótimo: introduzi uma base com um desenvolvimento rítmico."Para o momento dos duetos, consultou seus convidados. O violonista Yamandú Costa queria tocar um samba choro. Escolheram Benzetacil. Com Guinga, tocou Saída de Emergência; com Djavan, Corsário; com o bandolinista Hamilton de Holanda, Linha de Passe. João Bosco. Citibank Hall (1.400 lug.). Avenida dos Jamaris, 213, Moema, tel. 6846-6040. 09/06 e 10/06, 22 h. R$ 40 a R$ 80

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.