Jennifer Lopez deve testemunhar no julgamento de Puff Daddy

Não é uma surpresa. Jennifer Lopez está na lista de testemunhas de defesa e acusação de Sean "Puffy" Combs e Jamal "Shyne" Barrow. A cantora e atriz estava juntos com os rappers no Club Nova York, a boate de Times Square, quando três pessoas foram feridas em um tiroteio em 27 de dezembro de 1999. As listas foram apresentadas na quarta-feira na Suprema Corte de Manhattan onde o julgamento deve começar nesta sexta-feira. Também fazem parte da lista da acusação o produtor Deric "D-Dot" Angelettie conhecido como Madd Rapper, que trabalha regularmente para a gravadora Bad Boy, de Puff Daddy. Violetta Wallace, mãe do falecido rapper Notorious B.I.G. (Christopher Wallace), está na mesma lista, assim como Steven Stoute, o produtor que Puffy e o guarda-costas Paul Offord.O agente de Jennifer Lopez, Benny Medina, também está na lista da acusação, assim como Natania Reuben, uma das vítimas do tiroteio que tomou um bala no rosto. Michael Bergos, dono do Club New York, está na lista da defesa, que inclui 40 nomes. A da acusação tem mais de 400. Muitos dos nomes sugeridos não vão ser convocados para testemunhar no caso. Racismo - Por outro lado, os advogados de Sean "Puffy" Combs e Jamal "Shyne" Barrow acusaram o promotor Matthew Bogdanos de racismo, porque ele teria sido muito duro com negros e hispânicos durante o processo de escolha do júri para o caso. O juiz Charles Solomon disse que não havia nenhum problema em relação ao procedimento do promotor. Ele teria negado a participação de nove jurados, cinco negros e quatro hispânicos. Em um procedimento comum, não é preciso especificar o motivo da decisão. Os advogados de defesa dos rappers e do guarda-costas Anthony "Wolf" Jones, por sua vez, negaram a participação de quatro brancos e um asiático. Cada lado tem direito a negar a participação de 15 jurados sem ter de dizer o motivo. Os advogados de defesa são Johnnie Cochran, do caso O.J. Simpson, e Ben Brafman, conhecido por defender mafiosos. Mais Problemas - Pode ser estratégia da defesa de Sean "Puffy" Combs, mas ele e Jennifer Lopez teria terminado seu romance, de acordo com o jornal nova-iorquino Daily NewsLove Don´t Cost a Thing. Os dois estariam juntos há dois meses. A assessoria de imprensa de Puff Daddy nega o fim da relação e a dela não comenta o assunto. A carreirade Jennifer Lopez, por sinal, vai de vento em popa. Nesta terça-feira, ela lança seu segundo disco, J.Lo. Seu novo filme, a comédia romântica The Wedding Planner, estréia nesta sexta-feira nos Estados Unidos.

Agencia Estado,

25 de janeiro de 2001 | 12h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.