Jazz Sinfônica e Ozzetti, no Memorial

A orquestra Jazz Sinfônica receberá sábado e domingo, no Memorial da América Latina, o compositor e arranjador Dante Ozzetti, vencedor do terceiro Prêmio Visa de MPB - Edição Compositores. Vencedor por unanimidade: pelos votos do júri oficial e do público que acompanhou o concurso. Como parte da premiação, Dante ganhou o direito de gravar um disco pelo selo Eldorado. Ultrapássaro foi o nome escolhido para o CD, que saiu no primeiro semestre.Paulistano, Dante é um dos grandes nomes da moderna música de São Paulo. Ganhou dois prêmios Sharp, em 1994, como arranjador e produtor do disco de sua irmã, a cantora Ná Ozzetti. De "Ultrapássaro" sairão as músicas da apresentação com a Jazz Sinfônica. Além das obras de Dante, a orquestra vai apresentar arranjos especiais para clássicos da música brasileira.De sexta a domingo, o projeto Rumos Itaú Cultural - Música apresenta mais nove nomes escolhidos pelos curadores do mapeamento da produção musical brasileira promovido pelo Itaú Cultural. As nove atrações (três ocuparão o palco, a cada dia) estão entre os 78 nomes selecionados para a coleção Cartografia Musical Brasileira - uma série de dez CDs que dão real dimensão do que se produz, nacionalmente, à margem da indústria fonográfica.Os participantes dos shows deste fim de semana são o Grupo Barra Manteiga, da Bahia; o grupo A Camarilha, do Rio de Janeiro; o violonista César Nascimento, do Maranhão; o compositor e cantor César Teixeira, também do Maranhão; o compositor Márcio Valverde, da Bahia; o violonista Weber Lopes, de Minas Gerais; o vilonoista Sérgio Chiavazzoli, do Rio de Janeiro; o cantor Renato Matos, de Brasília; e o saxofonista, flautista e compositor Eduardo Neves, mais um do Rio de Janeiro.Em parceria com o Escritório de Música Francesa, o Sesc Vila Mariana apresenta, também de amanhã (14) a domingo, encontro de músicos contemporâneos brasileiros e franceses. Amanhã (14), às 21 horas, cantam o pernambucano Lenine e a banda Massilia Sound Systeem, que combina reggaae, rap, floclore marselhês, canta em dialetos franceses e demonstra influência da música brasileira. As atrações de amanhã são o grupo percussivo mineiro Uakti e os DJ´s Roger Moore, Frédéric Galliano e Frikçyiwa.O programa de encontros completa-se no domingo com as presenças do compositor e cantor paraibano Chico César, da violonista brasileira - radicada nos Estados Unidos - Badi Assad e de Didier Sustrac, violonista que passou seis meses viajando pela Amazônia e que encontrou na bossa nova uma maneira ideal de se expressar musicalmente.O nome do projeto é Conexão Brasil-França - Nouvelle Musique e tem, ainda, na programação, workshops sobre a influência da música brasileira na música francesa, sobre música eletrônica, sobre os dialetos franceses. A entrada para os workshops de sábado (às 17 horas) e domingo (às 15 horas) é franca. Serviço - Orquestra Jazz Sinfônica e Dante Ozzetti. Sábado, às 21 horas; domingo, às 19 horas. O ingresso é 1 quilo de alimento não perecível. Memorial da América Latina. Avenida Auro Soares de Moura Andrade, 664, tel. 3823-4600. Até domingoRumos Itaú Cultural Música. Sexta, Barra Manteiga, A Camarilha e César Nascimento. Sábado, César Teixeira, Márcio Valverde e Weber Lopes. E dom., Sérgio Chiavazzolli, Renato Matos e Eduardo Neves. De sexta a domingo, às 19 horas. Itaú Cultural. Avenida Paulista, 149, tel. 3268-1700. Até domingoNouvelle Musique - Conexão Brasil-França. Sexta e sábado, às 21 horas; domingo, às 18 horas. De R$ 7,50 a R$ 20,00. Sesc Vila Mariana. Rua Pelotas, 141, tel. 5080-3000. Até domingo

Agencia Estado,

13 de setembro de 2001 | 16h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.