Jazz perde o trompetista americano Benny Bailey

O trompetista americano Benny Bailey, que tocou com Dizzy Gillespie e Lionel Hampton, morreu em sua casa em Amsterdã, aos 79 anos, disseram amigos do músico hoje. Bailey, que morava sozinho, morreu em 14 de abril de causas desconhecidas, mas a morte só foi anunciada na sexta-feira por policiais da cidade. Autoridades localizaram e notificaram, no sábado, a família de Bailey, que vive em Cleveland, no Estado de Ohio, e na Europa, disse Rene van Beeck, empresário do músico.O funeral, marcado para hoje, foi adiado para 10 de maior, para que os parentes de Bailey cheguem na Holanda. Bailey ainda era ativo e fazia turnês freqüentemente. "Eu tinha um show marcado com ele em duas semanas. Ele tocava o tempo todo", disse Van Beeck, que é baixista. "Ele estava ótimo". Nos anos 1950, Bailey gravou com Stan Getz e Quincy Jones. Em 2000, ele gravou The Satchmo Legacy, um álbum que Van Beeck disse estar entre os melhores trabalhos de Bailey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.