Jazz perde o baterista Elvin Ray Jones

Elvin Ray Jones, um dos grandes bateristas da história do jazz, morreu ontem aos 76 anos, de insuficiência cardíaca, em um hospital de New Jersey, segundo sua mulher, Keiko Jones, 38 anos. Ray Jones foi membro do quarteto de John Coltrane e também de parceiro de outros gênios da música americana: Duke Ellington, Charlie Parker e Miles Davis. "Ele está feliz. Não sofre mais", comentou sua mulher. "Estava lutando há muito tempo."Jones nasceu Pontiac, Michigan. Começou sua carreira na Detroit dos anos 40 e chegou a Nova York na década seguinte. Após uma mal sucedida audição com a banda de Benny Goodman, juntou-se à trupe de Charlie Mingus, gravando J is jazz. Nos anos 60, integrou o quarteto de Coltrane e fez A love Supreme e Coltrane Live at the Village Vanguard. Foi escolhido pela revista Life "o maior baterista rítmico do mundo". Além da mulher, Jones deixa um filho e uma filha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.