AP Photo/Matt Rourke
AP Photo/Matt Rourke

Jay Z é o primeiro rapper a entrar para o Hall da Fama dos Compositores

Norte-americano foi indicado ao lado de Babyface, Max Martin, Jimmy Jam & Terry Lewis e artistas da banda Chicago

Associated Press

22 de fevereiro de 2017 | 16h22

Jay Z entrará na história em junho deste ano ao se tornar o primeiro rapper a ingressar no Hall da Fama dos Compositores. 

A organização anunciou nesta quarta-feira, 22, os nomes dos indicados em 2017 e alguns são peso-pesados da indústria, incluindo Kenneth ‘Babyface’ Edmonds, Max Martin e Jimmy Jam & Terry Lewis. O jantar realizado anualmente para celebrar os novos agraciados será realizado em 15 de junho, em Nova York. 

Três integrantes da banda Chicago (Robert Lamm, James Pankow e Peter Cetera), além de Berry Gordy, fundador da Motown, também serão empossados no Hall da Fama. 

Para se tornar “elegível”, o compositor deve ter, pelo menos, 20 anos no ofício. Jay Z, por exemplo, lançou seu disco de estreia, Reasonable Doubt em 1996  e tem inúmeros hits na carreira de 21 anos, de Big Pimpin a Empire State of Mind. 

Babyface, por sua vez, ganhou inúmeros gramofones do Grammy ao ter criado músicas para artistas como Whiteney Houston, Boyz II Men e outros. Já Martin se tornou um dos principais compositores do pop contemporâneo. Músicas dele são cantadas por gente como Taylor Swift, Katy Perry e The Weenkd. 

Por outro, alguns “elegíveis” notáveis foram ignorados pelo Hall da Fama, caso de George Michael, Madonna, Bryan Adams, Vince Gill, Kook and the Gang e Gloria Estefan. 

Apenas cinco compositores (sozinhos ou em grupos) entram para a seleta trupe do Hall da Fama dos Compositores por ano. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.