Janet Jackson rompe contrato com a gravadora Island Records

Decisão foi por conta da pouca repercussão do último CD da cantora, 'Discipline', lançado em fevereiro de 2008

Efe,

23 de setembro de 2008 | 11h45

A cantora Janet Jackson, irritada com a pouca repercussão de seu último álbum Discipline, rompeu seu contrato com a gravadora Island Records, informou na segunda-feira, 22, a revista People. A artista terminou, assim, uma relação trabalhista que começou em julho de 2007, quando Janet assinou o acordo com a Island Records para lançar seu próximo trabalho. Discipline saiu em fevereiro deste ano e, apesar das boas perspectivas iniciais, a cantora não demorou a expressar seu descontentamento. Janet, de 42 anos, questionou em junho o rendimento que a Island Records tinha dedicado ao álbum em declarações no portal SOHH.com. "Estou tentando ver a maneira de expressar isto, mas só em dizê-lo, e sendo honesta, eles pararam toda a promoção do álbum, portanto não acho que vão ouvir (dirigindo-se a seus fãs) outra música deste trabalho", afirmou a artista. A representante de Jackson, segundo a People, assegurou que o contrato com a Island Records foi rompido por pedido da cantora, mas, de mútuo acordo com a produtora. O fim da relação trabalhista entre Janet Jackson e os estúdios não alterará, no entanto, a turnê Rock Witchu que a cantora está fazendo pela América do Norte.

Tudo o que sabemos sobre:
Janet Jackson

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.