James Brown é absolvido em caso de assédio sexual

James Brown, um dos pais da soul music, foi absolvido hoje no processo de assédio sexual movido por uma ex-funcionária da James Brown Enterprise, Lisa Ross Agbalaya, de 36 anos. Ela havia dado entrada na Justiça de Los Angeles a uma ação dizendo que Brown, de 68 anos, a perseguia fazendo propostas indecentes. Queria US$ 1 milhão por danos morais. Na mesma sentença, porém, o músico foi condenado por despedir a funcionária como vingança pelo processo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.