Jamelão lança novo CD

O cantor e compositor carioca Jamelão, voz que impulsiona os desfiles da Estação Primeira de Mangueira, nos últimos 40 anos, lança seu mais recente CD Por Força do Hábito. Natural do Rio de Janeiro, batizado José Bispo, tornou-se um compositor de sambas, além de ser um dos maiores intérpretes do gênero. Trata-se de um CD histórico na carreira de Jamelão, que mantém sua parceria com a Orquestra Tabajaras, com a qual iniciou sua carreira de crooner, com os arranjos preciosos do maestro Severino Araújo, de 82 anos. Um total de 12 das 14 faixas do disco são da autoria de Alberto Gino, um compositor capixaba, radicado há 20 anos no Rio. "A Alcione, gravou uma composição minha, de nome Toque Macio, um grande sucesso, em 1989, e assim pisei na Mangueira, conta Gino. Ele lembra que neste mesmo ano conheceu Jamelão. "Durante seis anos, eu compunha e mostrava para ele, até que ele escolheu as músicas deste CD", conta Alberto. Em pleno século 21, com os efeitos avassaladores da globalização, surpreende o fôlego artístico de Jamelão, aos 87 anos, que iniciou sua carreira no rádio, na década de 40. Um movimento do samba de raiz parece resistir à onda de pagodes e tchans. Assim, as Velhas Guardas das escolas de samba cariocas têm vivido as suas glórias. Recentemente a cantora Marisa Monte produziu o CD Tudo Azul, com a Velha Guarda da Portela, voltou há pouco de uma turnê de duas semanas pela França e Portugal. Em outubro, eles viajam novamente para a Europa. Mesmo destino teve a Velha Guarda da Mangueira, que atualmente encontra-se em temporada na Holanda, França, Áustria, Inglaterra, Bélgica, com retorno previsto para o dia 30 de julho. No Salgueiro, a Velha Guarda nunca viajou para o exterior, mas mantém a agenda cheia com shows no Rio e, principalmente, em São Paulo. O grupo musical da Velha Guarda da escola acabou de gravar um CD e aguarda a produção das fotos para a capa. O CD de Jamelão poderá ser comprado no Arlequin, Praça XV, n.º 48. - Paço Imperial, centro, tel.: (0?21) 553-46 06. Site: www.arlequin.com.br

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.