Jackson volta ao tribunal e reafirma inocência

O cantor Michael Jackson reafirmou inocência hoje em audiência na Corte de Santa Maria, onde são julgadas as acusações de abuso contra um menor de 14 anos. O pop star chegou pouco antes das 8 horas da manhã, horário local, mais de meia hora antes do início previsto. Na audiência anterior, em janeiro, ele chegou a tomar uma bronca do juiz por um atraso de 21 minutos.Desde cedo já havia uma multidão de fãs e jornalistas à sua espera. A segurança foi reforçada para facilitar o acesso do cantor. Na mesma Corte, um Grande Júri decidiu na semana passada que há indícios suficientes contra o cantor, abrindo caminho para seu julgamento.Hoje é o primeiro compromisso legal de Jackson com seu novo time de advogados. No lugar de Mark Geragos e Benjamin Brafman, ele agora é representado pela equipe de Thomas Mesereau Jr., um veterano de direito criminal.

Agencia Estado,

30 de abril de 2004 | 12h10

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.