Jackson pode fazer acordo com ex-mulher

Michael Jackson estaria perto de resolver mais uma batalha judicial - desta vez, com a ex-mulher Debbie Rowe, sobre os direitos de visita aos filhos, informou o advogado do cantor. Em um acordo assinado em 2001, Debbie abriu mão dos direitos de visitar os filhos que teve com Michael Jackson - Prince Michael, de oito anos, e Paris, de sete anos. Mas um juiz anulou a ordem a pedido dela, em 2004.A equipe legal de Michael Jackson entrou com apelação nos tribunais, mas o advogado Michael Abrams disse que "há um acordo em vista"."A resolução será satisfatória para todo mundo", disse ele, "espero que todo mundo vá para casa feliz".A advogada de Debbie, Iris Finsilver, se recusou a comentar se um acordo estava próximo, dizendo que "não queria ameaçar nada para nenhum dos lados".Deborah Rowe-Jackson - que prefere ser chamada de Debbie Rowe - se divorciou do cantor em 1999 depois de três anos de casamento.Em 2004, depois que Michael Jackson foi detido sob acusação de abuso de crianças, ela deu entrada em uma ação legal contra o ex-marido pela custódia de Prince Michael e Paris.Este ano, ela prestou depoimento no julgamento de Michael Jackson, a quem chamou de "um grande pai", dizendo que pretendia "renovar a relação" com o cantor e seus filhos.Michael Jackson teve um terceiro filho - Prince Michael 2º - com uma mulher cuja identidade não foi revelada. O cantor foi absolvido das acusações em junho.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.