Jackson jura inocência e toma bronca de juiz

Michael Jackson jurou inocência diante do tribunal de Santa Maria. Por ter chegado 21 minutos atrasado à corte, o juiz Rodney S. Melville deu uma bronca no cantor. "Senhor Jackson, você começou com o pé errado aqui... Quero lhe avisar que não vou tolerar isso. É um insulto à corte", disse o juiz.

Agencia Estado,

16 de janeiro de 2004 | 15h15

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.