Reuters
Reuters

Ja Rule é condenado a 28 meses de prisão por sonegação fiscal

Pena será cumprida simultaneamente à de crime anterior cometido pelo artista, conforme afirmou a promotoria pública de Nova Jersey

Joseph Ax, REUTERS

18 de julho de 2011 | 19h16

NOVA YORK (Reuters) - O rapper Ja Rule, que já está detido, foi condenado a 28 meses de prisão nesta segunda-feira por um tribunal federal de Nova Jersey por ter sonegado 1 milhão de dólares em impostos.

O cantor de hip-hop e ator, de 35 anos, cujo nome real é Jeffrey Atkins, já está cumprindo uma pena de dois anos de prisão por porte de armas, numa condenação em Nova York. As duas penas serão cumpridas simultaneamente, de acordo com a promotoria pública de Nova Jersey.

Ja Rule já havia se declarado culpado em março de três acusações de não pagar impostos. De acordo com a promotoria, Atkins não pagou impostos entre 2004 e 2008, totalizando mais de 1,1 milhão de dólares.

"Contribuintes não têm o luxo de decidir se vão cumprir a lei", disse a juíza norte-americana Patty Shwartz ao declarar sua sentença, nesta segunda-feira.

Ja Rule confessou sua culpa no ano passado após ser acusado de porte ilegal de armas, e começou a cumprir a condenação em junho. O incidente ocorreu em julho de 2007, quando a polícia revistou o carro do cantor após um show e encontrou um pistola semi-automática escondida, segundo as autoridades.

O rapper Lil Wayne também foi preso após aquele mesmo show no Beacon Theater, em Nova York, após ser flagrado pela polícia fumando maconha perto de um ônibus de turismo.

Ja Rule foi indicado ao Grammy em 2002 pelo álbum "Pain is Love". Ele deve lançar "Pain is Love 2" no verão dos EUA. Reuters

Notícias relacionadas
Tudo o que sabemos sobre:
MUSICAJARULE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.