Irmãs roubaram diário de Paul McCartney há 23 anos

Duas irmãs italianas fanáticas pelos Beatles devolveram a Paul McCartney um diário pessoal que roubaram há 23 anos de sua casa em Londres. Elas conseguiram convencer os guardas de segurança a entrar no hotel onde ele se hospedou e devolvoram ao ex-Beatle sua agenda de capa roxa.A história ganhou uma página do jornal La Repubblica, com fotos da agenda que leva o título de The Langham Diary 1970, e que conserva em suas páginas brancas anotações de seus dias felizes com Linda e as crianças, encontros, aniversários, desenhos e até o dia em que Paul anunciou que se separaria dos Beatles."Garotas más", disse-lhes Paul após reconhecer a agenda e presentea-las com um autógrafo de recordação. Na viagem de volta a Londres, o músico pode reler o diário cheio de recordações e confirmou su aautenticidade.As irmãs Francesca e Paola De Fazi roubaram o diário quando eram adolescentes e passavam umas férias em Londres. Ao visitarem a casa do ex-Beatle perceberam que as portas estavam abertas por causa de uma reforma. Armaram-se de coragem e chegaram até a cozinha onde encontraram o diário e o levaram como recordação. Pensaram em vendê-lo, mas Paul teria que atestar sua autenticidade. Quando souberam de seu shows no Coliseu e nos Foros Romanos no último fim de semana, decidiram devolver o diário a seu legítimo dono.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.