Irã recebe banda de jazz após 21 anos

Pela primeira vez desde a revolução de 1979, uma banda de jazz estrangeira pôde se apresentar no Irã. O quinteto alemão Marc Secara, de Berlim, recebeu autorização do governo islâmico para um concerto ontem na Sala Vahdat, de Teerã. O repertório incluiu músicas de Frank Sinatra, Nat king Cole, Tonny Bennet e Harry Connick Jr.A iniciativa foi apoiada pelo Ministério de Cultura do Irã e pela embaixada alemã no país, com o pretexto de fazer um festival para a celebração dos 22 anos da Revolução Islâmica. A música ocidental tem sido proibida desde a revolução e o único meio de ser conseguida era no mercado negro.

Agencia Estado,

06 de fevereiro de 2001 | 11h31

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.