Indústria fonográfica deve encolher mais

A indústria fonográfica mundial movimentou US$ 47,6 bilhões em 2001, mas deve encolher nos próximos dois anos. É o que prevê estudo publicado hoje pela bíblia do setor, a revista inglesa Music Week. A estimativa do valor total da indústria inclui desde a venda dos discos até bilheteria de shows, passando por merchandising e patrocínios.Segundo a Music Week, que diz ter feito o primeiro esforço para calcular o peso do setor mundialmente, as vendas de discos responderam por US$ 33,3 bilhões, cerca de 70% do total. Ingressos tiveram o segundo maior peso nos negócios, movimentando US$ 6,5 bilhões.Para a revista, a venda de discos deve cair 9% em 2002, e o setor continuará encolhendo até 2004. De acordo com o Music Week, a queda se deve à pirataria na internet, maior competição com outras mídias e às condições econômicas desfavoráveis em mercados-chave como Japão e Alemanha. A revista vai mais longe em sua futurologia e calcula que, a partir de 2004, a indústria fonográfica vai começar a se recuperar.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.