Incidentes da estréia não esvaziam Tim Festival

Os incidentes ocorridos na estréia do Tim Festival, quando algumas pessoas que assistiam aos shows do palco Motomix tiveram seus celulares furtados, parece não terem esvaziado o evento. A estimativa de público para este sábado era de 15 mil pessoas.Em função dos furtos no lado interno e dos vidros de carros quebrados no lado de fora, a segurança do local ganhou reforço. Além de 380 seguranças e mais 30 homens à paisana, distribuídos pelo espaço, haveria apoio extra de policiais.No lado de fora do Jockey Club, cinco homens da PM estavam posicionados no portão 1, para atender o público, e quatro patrulhas (duas a mais) foram colocadas para a ronda. Ao contrário do que foi cogitada inicialmente, a instalação de uma delegacia móvel no local não foi possível, já que isso é proibido dentro de uma área privada. Ainda na madrugada da primeira noite do festival, nas imediações da Av. Lineu de Paula Machado, dezenas de carros que estavam estacionados nas ruas tiveram os vidros quebrados e toca-CDs roubados, além de pertences. Sábado houve repressão por parte da PM contra guardadores de carros, o que possibilitou uma chegada mais tranqüila ao Jockey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.