Elizabeth Weinberg|The New York Times
Elizabeth Weinberg|The New York Times

Iggy Pop enfim revela projeto secreto: disco novo com Josh Homme

Músico se une ao líder do Queens of The Stone Age para lançar novo álbum solo, ‘Post Pop Depression’, em março

Pedro Antunes, O Estado de S. Paulo

24 Janeiro 2016 | 03h00

A pergunta vinha de um lado. E Iggy Pop, aos 68 anos, desviava com a agilidade de Muhammad Ali ao se esquivar dos socos cruzados dos adversários nos seus melhores dias. Vieram outras na sequência, e o músico nascido como James Newell Osterberg Jr. se esgueirou como poucos. A entrevista ao Estado, realizada em outubro de 2015, busca por notícias de um tal “projeto secreto”, mencionado em abril, durante sua visita anterior ao Brasil, em uma ação promocional realizada no São Paulo Fashion Week. “Era um segredo em abril. E, sabe, ainda é um segredo em outubro”, ele ria. “Mas envolve música nova, de qualquer forma”. 

Iggy Pop não queria dizer, mas estava prestes a ter um retorno assombroso, ao lado de um dos ícones do novo rock viril. O anúncio veio somente no fim da semana passada: o Senhor Pop se uniu a Josh Homme, líder do Queens of the Stone Age, e lançará o 17º álbum solo da carreira, chamado ironicamente de Post Pop Depression, nas lojas em 18 de março. Pop e Homme pagaram o álbum. Nos Estados Unidos, ele será lançado pelo selo Loma Vista. Aqui, a Universal Music cuidará da comercialização.

Em outubro, pouco antes de vir ao Brasil para o Popload Festival, Post Pop Depression ainda não era algo concreto. Mas ideias de canções. Todo o disco, contou o conhecido como padrinho do punk ao The New York Times, foi todo concebido ao longo de três semanas em janeiro deste ano, nos estúdios de Homme, um na casa dele, em Joshua Three, localizado no deserto californiano, e outro chamado Pink Duck, também na Califórnia. Sempre em segredo. Sabiam também Dean Fertita (também do QOFSA e Dead Weather) e Matt Helders (Arctic Monkeys), responsáveis pelas guitarras e bateria. 

Na noite de quinta, Pop e Homme foram ao The Late Show With Stephen Colbert, na TV norte-americana, para falar mais sobre o projeto de Post Pop Depression. Veio de Pop, que há três anos não lançava um disco (o último havia sido Ready to Die, com o Stooges, banda com a qual ele se projetou no fim dos anos 1960), a ideia de se juntar a Homme e gravar algumas canções. A ideia de um disco não era exatamente o foco. “Não queríamos nos prender a isso”, comentou Pop. 

Há uma turnê nos planos do novo grupo de Pop, mas nada grande demais. Ele quer tocar em locais pequenos, como a paulistana Audio Club, por onde passou recentemente. “Esse show (em São Paulo, outubro passado) será um teste”, disse ele na época. “Quero tocar o mais próximo das pessoas enquanto eu posso”, ele disse. “Antes que eu morra”, completou, com uma risada sacana, algo como “ri-ri-ri”. 

Mais conteúdo sobre:
Iggy Pop Queens of the Stone Age Música

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.