Iggor Cavalera abandona o Sepultura

O baterista Iggor Cavalera, do Sepultura, maior banda de heavy metal brasileiro de todos os tempos (e a mais famosa banda de rock nacional no exterior) anunciou há pouco sua saída do grupo. Em comunicado distribuído à imprensa, Iggor alega incompatibilidade artística com os colegas - o guitarrista Andreas, o baixista Paulo e o vocalista Derrick.?Acredito que a minha missão no Sepultura tenha chegado ao fim. Tenho muito orgulho de tudo o que fizemos, mas hoje sinto que o formato da banda já não atende mais às minhas expectativas como músico e como pessoa. Desde a minha última turnê na Europa em dezembro de 2004, percebi que as minhas idéias já não batiam com as do resto da banda?, afirmou o músico.Iggor é o segundo Cavalera a deixar o grupo. Em 1996, seu irmão Max Cavalera deixou o grupo - as razões apontavam as atitudes centralizadoras da mulher de Max, Gloria, que foi comparada a Yoko Ono pelos fãs. Max e Iggor criaram o grupo em Belo Horizonte. Iggor Cavalera é considerado um dos melhores bateristas de rock em ação no País. A cisão com o Sepultura vinha se anunciando desde o ano passado, quando ele se afastou das turnês e foi substituído por Roy Mayorga. ?Muitos anos de trabalho em conjunto fizeram com que o relacionamento fosse se desgastando cada vez mais e vejo que hoje não há compatibilidade de idéias entre eu e o resto da banda. Tentei deixar isso claro aos outros membros propondo que déssemos um tempo, no entanto a prioridade deles era a de continuar tocando independentemente da minha permanência?, disse Iggor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.