Homens confessam que filmaram Michael Jackson em avião

Dois homens se declararam culpados por terem filmado, em avião, o cantor Michael Jackson, sem a sua permissão. As imagens do astro pop foram gravadas quando ele viajava com seu advogado, Mark Geragos, de Las Vegas a Santa Bárbara, para uma das audiências do processo que enfrentou - e saiu vitorioso - por pedofilia.O incidente aconteceu em 2003 e os responsáveis pela filmagem foram Jeffrey Borer e Arvel Jett Reeves, dono e encarregado do avião, respectivamente. Eles gravaram as imagens e as conversas do cantor durante o vôo, com o intuito de vendê-las posteriormente, mas não chegaram a concluir o planejado.Os dois se declararam culpados em um acordo legal obtido na segunda-feira à noite, encerrando um caso com julgamento marcado para julho e cuja sentença poderia resultar em 16 meses de prisão para cada um deles.O cantor Michael Jackson, de 47 anos, foi absolvido em 2005 das acusações de abuso de um menor. O processo, que durou quatro meses, foi um dos julgamentos com a maior repercussão da história.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.