Hilary Duff é a Britney Spears versão família

Cantora, que também é cria da Disney, faz shows nesta segunda e terça, em São Paulo, e diz odiar escândalos

21 Janeiro 2008 | 11h28

Ex-loira, cantora, dançarina, cria do Disney Channel e ídolo dos adolescentes americanos. Britney Spears? Quase. A fórmula para o sucesso de Hilary Duff, que se apresenta segunda e terça em São Paulo, aproxima-se da mesma utilizada no caso de Britney - com "pequenos grandes" detalhes. Mais nova e fora dos escândalos que aproximam Ms. Spears do noticiário marrom da imprensa todo santo dia, Hilary prefere manter a vida pessoal longe das câmeras.   Desde cedo, sempre priorizou sua carreira de atriz. Assim, despontou como a protagonista na série Lizzie McGuire, em 2001, transmitida pelo Disney Channel. Dividiu sua carreira em duas faces, sempre dando vazão a seu lado de garota adolescente. Só para se ter uma idéia: neste início de ano, estréiam nos Estados Unidos quatro filmes que ela estrelou, filmando na Grécia, Canadá e Estados Unidos: Safety Glass, Greta, War Inc. e a animação Foodfight (que ela dublou).   Mesmo com tantos compromissos em Hollywood, conseguiu suplantar a marca dos 13 milhões de discos vendidos e a turnê com a qual ela roda o mundo atualmente, Dignity, já passou por 30 cidades dos Estados Unidos e Canadá desde o lançamento do disco, no ano passado.   Ao Grupo Estado, Hilary, de 20 anos de idade, falou como suporta o excesso de trabalho: "Trabalho muito. Mas todas as coisas que faço são coisas pelas quais tenho paixão. Tenho sorte de me manter ocupada fazendo o que gosto."   Para os shows de São Paulo (os ingressos da primeira apresentação estão esgotados e da segunda só restam os de pista), a gatinha entoará alguns dos principais sucessos do seu mais recente álbum, como a faixa-título Dignity, Danger, que explora as más intenções de um homem mais velho, With Love, que fala de amor sem pudores, e Stranger, sobre uma relação de aparências, fria, a quatro paredes.   Se nas letras a cantora fala de más intenções, na vida real ela quer distância de qualquer motivo que leve sua figura pública a essa conotação: "Não me sinto numa prisão fazendo música pop. Eu mesma componho minha música, eu a toco com prazer. Demonstro minha responsabilidade sendo um exemplo. Não sou perfeita, cometo erros como todo mundo. Mas sou uma pessoa positiva", afirmou.   Xará da candidata à presidência dos Estados Unidos, Hilary Clinton, a cantora falou sobre o próximo pleito eleitoral de seu país: "Será um ano excitante para o povo americano, que poderá escolher pela primeira vez entre uma mulher, Hilary, e um afro-americano, Obama. Mas não tenho certeza de qual deles eu prefiro", afirmou.

Mais conteúdo sobre:
Hilary Duff Britney Spears Disney

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.