Hermeto serve música na bandeja

De hoje a sábado o multiinstrumentista Hermeto Pascoal se apresenta no palco do Supremo Musical e aproveita a ocasião para mostrar ao público duas novidades. Primeiro, quer chamar a equipe de copa e cozinha para tocar com ele. E depois vai mostrar o talento musical de uma aprendiz de feiticeira: a cantora gaúcha Aline Morena, sua namorada de 23 anos. Sobre os novos parceiros, Hermeto explica: "Como os garçons não têm qualquer experiência musical, vou provar que música é para ser sentida, não aprendida". Por instrumentos entenda-se muito mais que piano, flauta e sanfona. Hermeto, o garçom João de Moraes e o barman José da Cunha vão arrancar som de copos, panelas, pratos, talheres, coqueteleiras e outros utensílios da cozinha. "Ainda vou convencer o cozinheiro a participar também", diz Hermeto. Para levar o garçom João de Moraes para o palco, o bruxo não vai ter de se esforçar muito. "O que ele me mandar fazer, eu obedeço", diz João, que não sabe tocar nenhum instrumento mas se diz apaixonado por música. "Tanto que meu filho se chama Vinicius de Moraes, igual ao compositor". O barman José é outro que não conhece a emoção de pisar em um palco. "Só fui até lá para servir os artistas, nunca para ser estrela". Tímido, José conta que é fã de Hermeto, mas não esconde seu nervosismo de estreante. "Estou apreensivo com a idéia de tocar com ídolo. Mas se ele faz até pires de café cantar, acho que estou em boas mãos". Amante do improviso, Hermeto ainda não definiu o repertório da temporada. De certo, além de seu mix costumeiro de sons, o músico decidiu apenas que vai apresentar canções de Mundo Verde Esperança, CD que lança em janeiro. "Meu novo trabalho é como um quadro que nunca termino. Se eu fosse pintor, deixava um espaço na tela, que é para que eu pudesse torná-la diferente todos os dias". Sobre Aline Morena, Hermeto conta que ela faz de tudo. "Ela improvisa, canta, dança, grita e mistura timbres com uma criatividade tão grande que me conquistou", diz Hermeto, de 66 anos. "Somos muito parecidos: temos a capacidade de surpreender o público e de nunca fazer um show repetido". A afinidade começou em Londrina, há pouco mais de um mês, quando Aline freqüentava um workshop comandado pelo músico. "Desde então larguei tudo para acompanhar meu mestre em seus shows", conta a moça, uma bela morena de traços delicados e corpo esguio. "Ele tem sido a inspiração de todo o meu trabalho" Para a temporada no Supremo, Aline promete uma canja e já ganhou a benção valiosa de seu guru. "Tenho certeza de que ainda vão ouvir falar muito de Aline", aposta Hermeto. Previsões de bruxo, que os fãs dizem ter poderes hipnóticos, capacidade para se comunicar com criaturas de outros mundos e até dom para fazer água cantar. Serviço: Hermeto Pascoal. De hoje a sábado, às 22h.Supremo Musical (R. Oscar Freire, 1000 3062-0950). 80 lugares. R$ 40.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.