Herman Leonard/Reprodução
Herman Leonard/Reprodução

Herman Leonard deixa legado em preto e branco da história do jazz

Veterano fotógrafo fez fotos históricas de Billie Holiday, Duke Ellington, Charlie Parker, entre outros

Emerson Lopes, Estadão.com.br

26 de agosto de 2010 | 08h05

Poucos fotógrafos conseguiram capturar toda a essência do jazz como Herman Leonard. O veterano fotógrafo morreu no sábado (14), aos 87 anos, deixando um acervo de milhares de fotos, a maioria delas de jazzistas e em preto e branco.

 

Veja também:

mais imagens  Ouça o podcast Jazzy sobre Herman Leonard

som  Veja algumas fotos de Herman Leonard

 

Ao lado de William Gottlieb e William Claxton, Leonard imortalizou grandes nomes do jazz durante meio século, com destaque para os registros entre 1945 e 1955. Por suas lentes, nomes como Billie Holiday, Dizzy Gillespie, Dexter Gordon, Ella Fitzgerald, Charlie Parker, Duke Ellington e Miles Davis deixaram de ser simples músicos e se tornaram obras de arte.  

É impossível ficar impassível diante da clássica foto de Gordon, de 1948, envolvido pela fumaça de seu cigarro, com o sax tenor no colo. E o que falar da foto que traz Lester Young sem Lester Young? A sensibilidade de Herman Leonard também ficou marcada na histórica foto de Duke Ellington assistindo à Ella Fitzgerald, em um pequeno clube de jazz, em 1949, e na impensável foto de Billie Holiday cozinhando para o seu cão, clicado em 1949.

 

Em 2005, a acervo do fotógrafo quase foi destruído com a passagem do furacão Katrina por Nova Orleans, onde ele morava. Mas a sorte estava ao lado do veterano fotógrafo, que meses antes enviou milhares de negativos para um museu da cidade. Essa incrível história foi contada no documentário Salvando Jazz (Saving Jazz), de 2006.

 

Tudo o que sabemos sobre:
JazzfotografiaHerman Leonard

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.