Herbert Vianna poderá ter alta em 15 dias

O cantor e compositor Herbert Vianna será submetido na próxima semana a um exame de ressonância magnética da coluna para que os médicos possam avaliar se ele ficará ou não paraplégico. Segundo o diretor-geral do hospital Copa D, Alfredo Cardoso, independentemente do resultado do exame, o músico deverá ter alta dentro dos próximos quinze dias. Embora ainda não esteja travando diálogos, ele já responde a questões simples e reconhece seus familiares. A ressonância magnética mostrará a extensão da lesão medular do músico - que sofreu um acidente de ultraleve no último dia 4, no qual morreu sua mulher, a jornalista inglesa Lucy Needham Vianna. Com o exame, será possível avaliar se houve uma lesão definitiva, caso em que o músico ficaria paraplégico, ou se ocorreu uma lesão reversível. Há ainda a hipótese de as imagens do exame serem prejudicadas por causa da cesta de titâneo colocada para fixar sua coluna. "Nesse caso, vamos ter que esperar uma resposta clínica", explicou Cardoso.Uma vez definida a extensão da lesão, os médicos poderão traçar uma estratégia de reabilitação para o músico. "Dependemos do que o exame mostrar, vamos tentar recuperar o máximo dos movimentos por meio da fisioterapia", contou o diretor-geral do hospital. Segundo Cardoso, a lesão medular é, atualmente, o que mais preocupa os médicos, uma vez que a evolução neurológica do quadro Herbert é bastante positiva e, aparentemente, ele não terá nenhuma lesão nessa área.Na próxima semana, o músico será submetido não apenas à ressonância, mas também a novos exames de tomografia computadorizada do cérebro e do pulmão para que seja definido o dia de sua alta. De acordo com boletim médico divulgado ontem, Herbert Vianna permanece internado em um quarto comum, faz fisioterapia diariamente, fica sentado durante boa parte do dia e se alimenta normalmente. "Só não dou vinho para ele", brincou o médico, lembrando que o músico é um enólogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.