Herbert Vianna obedece a comandos

O cantor e compositor Herbert Vianna deu hoje sinais de que está cada vez mais perto de sair do coma. Ele obedeceu a alguns comandos simples e chegou a balbuciar diante de perguntas dos médicos - embora não se possa dizer ainda se o que ele balbucia são respostas. "Ele chegou a obedecer a comandos de abrir os olhos e mexer os braços", contou o diretor-geral do Hospital Copa D´Or, Alfredo Cardoso. "Mas alterna ocasiões em que obedece com outras em que não atende." Herbert se acidentou de ultraleve, no dia 4, em Mangaratiba, no Rio de Janeiro. No acidente morreu a mulher do músico, a jornalista inglesa Lucy Vianna.Segundo Cardoso, o músico está em processo de superficialização do coma. "Ele aparenta sinais de que está próximo de ficar completamente lúcido; pode sair do coma a qualquer hora, mas em um prazo que pode levar até mais de uma semana", explicou o neurocirurgião Paulo Niemeyer Filho.O neurocirurgião contou que Herbert às vezes balbucia diante de perguntas simples, mas, segundo ele, não há como afirmar se está compreendendo as indagações. Além disso, de acordo com o médico, o que balbucia é incompreensível. O músico será submetido amanhã a mais uma tomografia no pulmão. O objetivo é acompanhar a situação pulmonar do músico que, em tese ainda correria o risco de ter uma infecção. "Mas não há nenhum indício de que isso esteja ocorrendo", garantiu Alfredo Cardoso.Herbert Vianna foi transferido terça-feira da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) para a Unidade Semi-Intensiva, onde vem sendo acompanhado por parentes. Segundo informou a assessoria de imprensa do Copa D´Or, não há previsão para a divulgação de um novo boletim médico.

Agencia Estado,

22 de fevereiro de 2001 | 19h57

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.