Herbert Vianna ainda não move as pernas

As pernas do líder dos Paralamas do Sucesso, Herbert Vianna, ainda não reagem a estímulos, apesar de os médicos terem suspendido os sedativos que o cantor vinha recebendo. De acordo com o médico João Pantoja, isso ocorre por causa do impacto que Herbert sofreu na medula. "Sem dúvida, se ele não tivesse tido nenhum trauma na medula espinhal, ele mexeria também os membros inferiores. A questão é se a intensidade da pancada criou um dano permanente ou não. Muitas vezes, com uma pancada, a medula fica boba e depois de certo tempo volta a funcionar", disse Pantoja.Desde a tarde de sábado, quando os médicos interromperam as doses de sedativos, o cantor reage a estímulos nos braços. Para saber a gravidade da lesão que impede os movimentos das pernas de Herbert, os médicos precisam esperar que ele saia do coma profundo em que se encontra. A equipe espera que o cantor retome a consciência em uma semana. "É preciso esperar de 10 a 15 dias depois do acidente para que se possa ver o real acordar dele", afirmou Pantoja. Hoje, Herbert foi submetido a novas tomografias computadorizadas de crânio e tórax que não estavam previstas. Os médicos temiam que a influência de resquícios dos sedativos no organismo do cantor prejudicasse o exame neurológico e, por isso, pediram os exames. "A tomografia do pulmão mostrou melhora importante da parte respiratória", disse Pantoja. Herbert, no entanto, continua respirando com a ajuda de aparelhos. Não houve alteração nas lesões cerebrais.

Agencia Estado,

11 de fevereiro de 2001 | 18h08

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.