Herbert tem boa recuperação neurológica

Praticamente um mês depois do acidente de ultraleve, o cantor e compositor Herbert Vianna ainda não sabe que sua mulher, a jornalista inglesa Lucy Needham Vianna, morreu na queda da aeronave. Embora já fale e responda questões simples, o músico ainda não tem consciência de que está em um hospital, nem de que foi vítima de um desastre. Uma equipe de psicólogos acompanha diariamente Herbert Vianna e sua família para orientá-los no momento em que o músico perguntar pela mulher ou demonstrar maior consciência a respeito do acidente e de sua atual situação - o que deverá ocorrer dentro de poucos dias. Segundo o diretor-geral do hospital Copa D, Alfredo Cardoso, a recuperação neurológica do músico é muito boa, as lesões cerebrais continuam sendo absorvidas progressivamente e, ao que tudo indica até agora, ele não deverá ficar com seqüelas nessa área. "Ele está articulando normalmente, não fala arrastado nem enrolado", contou Cardoso. "Também não apresenta nenhuma dificuldade motora facial ou nos membros superiores." Herbert fala em português, inglês e espanhol e, por muitas vezes, mostra-se um pouco agitado, alternando períodos de coerência com períodos de confusão. Segundo explicou Cardoso, isso é normal nessa fase de retomada da consciência. "Faz parte desse acordar gradativo esse processo de confusão." O músico recebeu ontem, no hospital, um violão, presente de um amigo. "Não dá pra dizer quando ele poderá voltar a tocar."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.