Heather Mills é ameaçada por dois fãs violentos dos Beatles

A polícia advertiu à ex-mulher de Paul McCartney, Heather Mills, que sua vida foi ameaçada por dois fãs violentos dos Beatles, aborrecidos por seu divórcio do músico, segundo a edição deste domingo do jornal The Sunday Telegraph.Segundo o jornal, a polícia visitou a ex-modelo em duas ocasiões na semana passada em sua casa do condado de Sussex (sudeste da Inglaterra) para avisá-la que dois indivíduos de Liverpool (cidade natal dos Beatles) com passado criminoso poderiam estar planejando matá-la.Mills, de 38 anos, passa por um tumultuado processo de divórcio do ex-Beatle, de 64 anos, depois de o casal se separar em maio, após quatro anos de casamento. Fontes ligadas à ex-modelo disseram ao jornal que ela "está muito preocupada" com sua segurança e, sobretudo, com a da filha do casal, Beatriz, de 3 anos.Os policiais que a visitaram na quinta-feira e na sexta-feira disseram que souberam por uma fonte segura que sua vida corre perigo. Os agentes lhe deram um telefone de emergência para que entre em contato com eles caso ocorra algo suspeito, explicaram as fontes.O motivo da perseguição "parece estar relacionado com algumas das informações mais extremas publicadas sobre ela, incluindo a notícia falsa de que tinha rejeitado um acordo de divórcio de £ 30 milhões (? 45 milhões)". "Nem mesmo é verdade, não lhe ofereceram nada", assinalaram asfontes ao Telegraph.Desde que McCartney e Mills anunciaram seu divórcio, foram divulgadas várias acusações cruzadas entre o casal. Além disso, a ex-modelo foi freqüentemente apresentada na imprensa como uma pessoa instável e uma caçadora de fortuna.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.