Harrison desmente versões de sua morte

O ex-Beatle George Harrison, que trava uma batalha contra o câncer, disse que foram exageradas as matérias publicadas nos jornais ingleses sobre sua morte iminente, no domingo. Ao responder versões de que sua saúde estava se deteriorando muito rápido Harrison divulgou um comunicado dizendo que está "ativo e sentindo-se muito bem". O comunicado informa que Harrison e sua mulher Olivia estavam "desalentados e desgostosos" com as notícias publicadas na imprensa. O músico de 58 anos submeteu-se recentemente a um tratamento em uma clínica na Suíça em virtude de um tumor cerebral e no início do ano foi submetido a uma cirurgia para extirpar um câncer no pulmão. O ex-produtor dos Beatles teria declarado que Harrison confessara que seu fim estava próximo mas que ele estava tranqüilo.No comunicado, entretanto, Harrison e sua mulher disseram que Martin negou ter concedido qualquer entrevista sobre o assunto. "As informações não têm fundamento, eram falsas e insensíveis, especialmente quando o senhor Harrison está ativo e sentindo-se muito bem, apesar dos problemas de saúde que teve este ano", assinala o comunicado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.