Marcelo Rossi/Divulgação
Marcelo Rossi/Divulgação

Guns N' Roses de Axl Rose, único da formação original

Sete músicos acompanham Axl em hits dos velhos tempos

Carol Pascoal, de O Estado de S. Paulo,

12 de março de 2010 | 05h00

Há 20 anos era improvável sair nas ruas de São Paulo sem cruzar com ao menos uma pessoa usando uma camiseta preta com a estampa de duas armas ligadas a duas rosas. Era o auge do Guns N’ Roses. Desde 1992, o grupo não se apresenta ao público paulistano, mas os fãs da banda já devem estar acostumados a longas esperas. O disco ‘Chinese Democracy’, por exemplo, foi anunciado 14 anos antes de chegar às prateleiras, em 2008. Resultado? Ao ser lançado foi massacrado pela crítica. Mas é esta turnê que o excêntrico Axl Rose, único da formação original, traz para o país ladeado por sete músicos.

 

Apesar de o grupo não se encontrar em sua melhor fase, o show que acontece no sábado (13), no Parque Antártica, vale a pena para aqueles mesmos fãs que usavam aquela mesma camiseta (com armas e rosas) e também por músicas como ‘Sweet Child O’Mine’, ‘Welcome to the Jungle’ e ‘Paradise City’. A banda não costuma ter um repertório fixo, mas estas não ficam de fora, como foi atestado na abertura desta turnê brasileira, em Brasília. A parafernália típica dos shows internacionais também tem seu espaço, com fogos, chuva de papel picado, chamas e telões. Antes, a abertura só ficaria por conta de Sebastian Bach, ex-vocalista do Skid Row, mas a participação do Forgotten Boys e do Rock Rocket também foi confirmada.

 

Estádio Parque Antártica (38.213 lug.). R. Turiassu, 1.840, Pompeia, 4003-0848. Sáb. (13), 21h30.

R$ 120/R$ 400. H

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.