Guitarrista Lanny Gordin apresenta novo repertório

Lanny Gordin, uma das lendas da guitarra brasileira, mostra nesta sexta no festival Hoje o Rock Saiu! parte do repertório de seu mais recente trabalho, Projeto Alfa, desmembrado em dois volumes, com produção de Luiz Calanca, da gravadora independente Baratos Afins. Os dois discos são da mesma sessão de gravação e irradiam improvisos, lampejos de psicodelia, suingue de blues, bossa, jazz e rock.Há títulos sugestivos dos sons a que se associam, como Algodão Doce e Murissoca, e outros engraçados, como Bronha, Roberto Horácio, o Filho Predileto de Dona Bonifácia e Ziprexa Olanzapina. Lanny divide a criação com uma banda coesa formada por Guilherme Held (também na guitarra), Fábio Sá (baixo) e Zé Aurélio (percussão). Bocato (trombone) e Márcio Negri (sax) fazem participações marcantes.O nome de Lanny - que nasceu em Xangai, na China, filho de um russo e de uma polonesa - é bom lembrar, está nos créditos de alguns dos discos mais importantes dos tropicalistas Gal Costa (Le Gal, Fa-Tal e outros), Gilberto Gil (Expresso 2222), Caetano Veloso (Araçá Azul) e Rita Lee (Build up). Além de influenciar outro guitarrista fundamental da gênese tropicalista (Sérgio Dias, dos Mutantes), acompanhou Jards Macalé e foi arranjador de guitarras em músicas de Tim Maia, Erasmo Carlos, Jair Rodrigues. Foi ele quem criou o famoso "duelo" entre guitarra e voz na sensacional primeira versão de Meu Nome É Gal.Considerado o "Jimi Hendrix brasileiro", por seu estilo ousado, agressivo e seus toques de psicodelia, Lanny brilhou no fim dos anos 60 e início dos 70, mas depois de sofrer uma overdose de LSD em 1974, saiu de cena por longo tempo. Ressurgiu timidamente nos anos 90 acompanhando Chico César, Macalé e Itamar Assumpção. Mas foi só em 2001 que Calanca conseguiu dar a devida evidência a Lanny num primeiro disco-solo que levava apenas seu nome.

Agencia Estado,

10 de fevereiro de 2005 | 18h39

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.