Guitarrista do AC/DC se afasta do grupo por motivos de saúde

Banda descarta especulações de que iria acabar e afirma que continuará fazendo música

Eric Kelsey, Reuters

16 de abril de 2014 | 17h11

Malcolm Young, guitarrista do AC/DC, irá se afastar do grupo que fundou por motivos de saúde, informou a banda de rock australiana em um comunicado nesta quarta-feira. O grupo descartou as especulações de que iria acabar depois que Young, de 61 anos, se ausentou, dizendo que "a banda vai continuar fazendo música".

"Malcolm gostaria de agradecer as legiões de fãs do grupo em todo o mundo por seu amor e seu apoio infinitos", declarou a banda no texto. O AC/DC não informou qual o tipo de doença que Malcolm está sofrendo ou se deixaria de excursionar sem um de seus membros fundadores.

O escocês Malcolm criou o AC/DC com seu irmão caçula, Angus, em 1973. A banda sobreviveu à perda de um membro fundamental quando o vocalista Bon Scott morreu em 1980.

"Back in Black", disco daquele mesmo ano, é um dos mais vendidos de todos os tempos, com mais de 20 milhões de cópias somente nos Estados Unidos. Em 2010, o AC/DC fez uma turnê mundial de 20 meses para divulgar seu álbum mais recente, "Black Ice", de 2008.

Tudo o que sabemos sobre:
AC/DCMúsicaMalcolm Young

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.