Guitarra de Jimi Hendrix é exposta em museu

Há 30 anos, no dia 18 de setembro de 1970, um mês depois do célebre festival da Ilha de Wight, morria em Londres o guitarrista Jimi Hendrix, inequivocamente o mais importante da breve história do rock. A causa da morte foi determinada como ingestão de vômito após overdose de barbitúricos. Alguns, como o cantor Eric Burdon, apontaram para suicídio, mas o que ficou mais claro é que se tratou de fato de um acidente, segundo atestou na época o médico Donald Teale.Hendrix viveu pouco, apenas 28 anos, mas mudou de forma definitiva a cara da música popular do seu tempo. Não por acaso, no próximo dia 5 de novembro, o Museum of Fine Arts (MFA) de Boston, nos Estados Unidos, vai emparelhar com seus quadros (que incluem impressionistas do porte de Claude Monet e Vincent Van Gogh) a guitarra Gibson Flying V que Hendrix usava nos anos 60, com aqueles motivos psicodélicos. Trata-se da exposição Dangerous Curves: Art of the Guitar.Por conta do 30.º aniversário da morte do guitarrista, acaba de sair uma caixa com quatro CDs e diversas faixas inéditas do músico, intitulada The Jimi Hendrix Experience. São 56 músicas nos quatro discos, incluindo algumas pioneiras composições do guitarrista com Noel Redding e John "Mitch" Mitchell, em 1966 (o Jimi Hendrix Experience), no Olympia de Paris. Entre as inéditas, está Slow Blues, gravada pouco antes da morte do guitarrista.Jimi Hendrix nasceu Johnny Allen Hendrix em 27 de novembro de 1942 em Seattle, Washington. Batizado pela mãe, Lucille, que tinha sangue de índio cherokee, ele foi rebatizado quatro anos depois pelo pai, Al Hendrix, com o nome de James Marshall Hendrix.Em julho de 1945, Jimi sobreviveu a uma pneumonia forte e, após a recuperação, comprou uma guitarra de um amigo do pai por US$ 5, e passou a tocar canções dos bluesmen Muddy Waters, Elmore James e B.B. King e roqueiros como Chuck Berry e Eddie Cochran.Em 1960, Hendrix formou o seu primeiro grupo, os Rocking Kings, com o qual chegou a fazer turnês. Em 1961, alistou-se no Exército, no qual deveria ficar três anos em Fort Campbell, como um integrante da tropa de elite Screaming Eagles. Mas, um ano depois, ele deu baixa por problemas médicos, após machucar-se num salto de pára-quedas. O Exército perdeu um soldado, mas o rock ganhou uma lenda.De volta ao Tennessee, arrumou uma turnê abrindo shows para Sam Cooke e Jackie Wilson. Ele voltou à estrada com todo gás, excursionando também com Little Richard, Hank Ballard, The Supremes, Tommy Tucker e outros.Nessa época, ele também fez gravações com o saxofonista de rhythm and blues Lonnie Youngblood. Recentemente, essas gravações saíram em disco no Brasil, pela Nikita Records, sob o título Lonnie Youngblood & The So Called Jimi Hendrix Tapes.Mas voltemos à saga de Hendrix. O ano de 1964 vai encontrar Hendrix já morando em Nova York e tocando com os Ysley Brothers. Nessa época, aconteceu um lance meio sobrenatural: Hendrix fez uma parceria de composição com o cantor de soul Curtis Knight. Uma delas, Ballad of Jimi, escrita por Knight em 1965, mostrou-se profética, ao descrever como Hendrix morreria no exato prazo de cinco anos.Logo depois, ele se tornou integrante da banda de Little Richard e assinou contrato de três anos com Ed Chalpin, da PPX Productions, recebendo US$ 1 e garantia de 1% das vendas dos discos que ele tinha gravado com Curtis Knight. Esse tal de Chalpin deve ter sido um dos mais felizes homens do show business. Algum tempo depois, embora Hendrix tenha reclamado legalmente seus direitos, Chalpin ainda ganhou US$ 1 milhão de indenização da Capitol Records.Em setembro de 1966, ele se muda para Londres, por sugestão de Chas Chandler, do The Animals. Reza a lenda que foi durante o vôo para Londres que ele resolveu mudar seu nome de Jimmy para Jimi. Foi lá que ele recrutou para sua banda Mitch Mitchell e David Redding, formando o já mitológico trio Jimi Hendrix Experience.Em dezembro daquele ano, o Jimi Hendrix Experience gravou seu primeiro single, Hey Joe, hit do grupo Leaves, pela Polydor Records (a gravação tinha sido desprezada antes pela Decca Records). Em fevereiro do ano seguinte, o single já estava no top ten da parada britânica e a imprensa vendia a imagem de "homem selvagem" de Hendrix pela Europa.Em março de 1967, quando da primeira turnê do Experience Hendrix começou o rito de tocar com os dentes e depois pôr fogo na guitarra. Eles estavam em turnê pelo Reino Unido com Cat Stevens, os Walker Brothers e Engelbert Humperdinck. No primeiro incêndio, Hendrix sofreu algumas queimaduras e acabou indo parar no hospital.Em maio, eles lançaram o primeiro disco, Are You Experienced?, no qual Hendrix usava uma guitarra Stratocaster. O disco só foi tirado do alto das paradas por um lançamento contemporâneo: Sgt. Pepper´s Lonely Hearts Club Band, dos Beatles. Hendrix sabia do valor dos seus rivais, tanto que, numa noite de junho, enquanto tocava no Saville Theatre, ele abriu a noite com Sgt. Pepper.Em 1968, começa a queda. Em janeiro, durante uma turnê pela Escandinávia, Hendrix cai preso após destruir um quarto de hotel durante uma briga com o parceiro Redding. Em fevereiro, o grupo começa uma turnê de quatro meses nos Estados Unidos, e Hendrix aproveita para voltar às origens, tocando uma noite inteira de blues com B.B. King e Buddy Guy em Virginia Beach, Vancouver. Naquela mesma noite, Martin Luther King era assassinado.Em maio de 1969, ele foi preso no aeroporto internacional de Toronto, no Canadá, antes de um concerto no Maple Leaf Gardens. Portava heroína e teve de pagar fiança de US$ 10 mil, além de ser indiciado pelo uso de drogas pesadas.Em janeiro de 1970, na frente de 19 mil pessoas durante o Winter Festival for Peace, no Madison Square Garden, Hendrix parou o show no meio da segunda música, Earth Blues. "Desculpem mas nós simplesmente não podemos mais fazer isso juntos." E saiu fora do palco.Alguns meses depois, saía também da vida. Em 18 de setembro de 1970, deixou uma mensagem de desespero na secretária eletrônica do amigo Chas Chandler. "Eu preciso de ajuda forte, cara!" O chamado fora feito do flat de Monika Dannemann, sua namorada inglesa. Horas depois, ele dava entrada no St. Mary Abbot´s Hospital, onde morreria por volta da meia-noite.

Agencia Estado,

17 de setembro de 2000 | 21h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.