Guinga dá show no Sesc Pompéia no fim de semana

No trato social, entre amigos, Guinga é sempre o mais falante, o mais alegre, o contador de piadas de que todos riem. Se o assunto é música, no entanto, sua atitude muda. Com música não se brinca. No palco, é circunspecto, concentrado, quase tímido. Com arte não se brinca. Mas a timidez, a circunspecção, itens não programados, fazem parte do fascínio que ele exerce sobre as platéias do mundo inteiro. Confiram nos espetáculos que ele fará sábado e domingo, no Sesc Pompéia, apresentando o repertório de seu novo disco, Noturno Copacabana. É seu sexto CD, como sempre lançado pela gravadora Velas. Nele, o compositor abre o leque de parcerias. Assina músicas com Simone Guimarães, Luís Felipe Gama, Francisco Bosco e Mauro Aguiar, talentos que se vêm somar aos habituais Paulo César Pinheiro, Chico Buarque, Nei Lopes (mais recentemente) e, sempre, sempre, Aldir Blanc. Noturno Copacabana (que por pouco não se chamou Garoa e Maresia, em dupla homenagem a São Paulo e Rio de Janeiro) já teve show de lançamento no Rio. Os dois espetáculos da versão paulista contarão com as participações especiais de Jards Macalé (em Concubinato, letra de Mauro Aguiar) e da paulistana Ana Luíza, em O Silêncio de Iara, letra de Luís Felipe Gama.Guinga - Sábado às 21h e domingo às 18h. De R$ 7,50 a R$ 15,00. Teatro do Sesc Pompéia. Rua Clélia, 93, tel. 3871-7700

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.