Grupo de pagode é assaltado após sair de show

Os seis integrantes do grupo de pagode Revelação e a produtora Malu Borges foram assaltados na madrugada de hoje, quando saíam de um show em Todos os Santos, na zona norte do Rio. Eles foram dominados por três bandidos no estacionamento onde costumam deixar os carros no dia de apresentações na região. Os assaltantes fugiram no Monza do primo de Mauro Júnior (banjo e vocal da banda) levando cerca de R$ 10 mil, uma máquina digital, celulares, jóias, bolsas, documentos e até o tênis da produtora. "Eles já tinham dominado o vigia e nos esperavam perto dos carros. Todos estavam armados e somente um deles usava uma touca ninja", contou Malu, ressaltando ter estranhado o fato de apenas um dos bandidos ter se preocupado em esconder o rosto. "Provavelmente, ele era algum conhecido. E sabia da rotina do grupo após os shows." Segundo ela, um outro assaltante estava bastante nervoso, aparentando estar drogado. "A todo momento, eles faziam ameaças e tentavam nos intimidar dizendo que iam meter bala na gente. Pediram um carro sem alarme porque, caso contrário, voltariam para nos matar", prosseguiu a produtora. Malu disse que todos os integrantes do grupo ficaram em estado de choque e que a ação dos bandidos foi muito rápida. Um dos componentes do Revelação, Alexandre Silva de Assis, o Xande (voz e cavaquinho) concordou com a produtora sobre o fato de um dos bandidos ser conhecido do grupo. "Isto está mais do que claro. Eles sabiam de tudo. Infelizmente, a gente sai para dar alegria às pessoas e acontece algo assim."

Agencia Estado,

02 de novembro de 2004 | 19h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.