ELIARIA ANDRADE/ESTADÃO
ELIARIA ANDRADE/ESTADÃO

Grupo africano Kongos é queridinho do Lollapalooza 2015

Banda é formada por membros de uma família

Jotabê Medeiros, O Estado de S. Paulo

28 Março 2015 | 21h08

O Lollapalooza 2015 já "adotou" sua banda nova adorável dessa edição: o grupo sul-africano Kongos. Escalados para suprir a ausência de Marina and the Diamonds, eles conquistaram instantaneamente o público. "Vocês nos deram um bom motivo para aprender português", disse o baterista.

A história deles é daquelas coisas maravilhosas que parecem inventadas: ídolo pop britânico dos anos 1960 vai morar na África, tem quatro filhos em escadinha, se aposenta e, um dia, os filhos formam um grupo juntos.

Tocaram ate uma inedita, I don't mind. Autores do virótico hit Come With Me Now (canção de 2012 projetada na trilha do cult movie Holy Motors, de Leos Carax), eles fizeram sua estreia com estilo. Eles são muito influenciados pelo pai, John Kongos, mas mostram outras referências. Por exemplo: It's a good Life tem eflúvios de John Lennon.

“Gostamos de diferentes tipos de som: mais pesados, mais suaves, com alguma eletrônica. Não seguimos regras ou parâmetros. Se a canção é boa, não importa. Basta que encaixe no disco. A única coisa é que temos grande respeito pela música africana, gostamos de fazer o público dançar”, disse ao Estado o baixista e vocalista Dylan Kongos (os outros irmaos são Daniel, vocais e guitarra; Jesse, bateria e vocais; Johnny, acordeão e teclados).

São bons instrumentistas, têm admirável harmonia vocal, bons de palco. Certamente vão voltar. 

Mais conteúdo sobre:
LollapaloozaMúsica

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.