Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Lisi Niesner/ Reuters
Lisi Niesner/ Reuters

Grupo ABBA é homenageado com exposição em Londres

Itens pessoais, como o boletim escolar do membro Bjorn Ulvaeus, e fotos, discos de ouro e trajes, estarão à mostra em 'ABBA: Super Troupers A Exposição'

Tara Oakes, Reuters

05 de dezembro de 2019 | 20h05

Do santuário de um fã de carteirinha a uma réplica do palco do concurso de canções Eurovision de 1974 em que a banda triunfou com Waterloo, uma nova exposição que abre em Londres na sexta-feira, 6, revisita o sucesso enorme da sensação pop sueca ABBA.

Itens pessoais, como o boletim escolar do membro Bjorn Ulvaeus, e fotos, discos de ouro e trajes, estarão à mostra em ABBA: Super Troupers A Exposição, que fica na arena O2 de Londres até agosto de 2020.

Um fã do ABBA também compartilhou centenas de suvenires que colecionou durante mais de 40 anos, incluindo almofadas, echarpes, insígnias e até decorações natalinas.

“Tenho uma lembrança vaga deles vencendo o Eurovision Song Contest, mas em 1975, quando I do, I do, I do foi lançada, existe algo de único na introdução de saxofone que me pegou pelo ouvido, e não demorou muito para eu relacionar as duas coisas”, disse Andrew Boardman, fã de 56 anos, à Reuters em uma prévia da exposição.

“Dali em diante, foi todo e qualquer trocado (para comprar suvenires do ABBA). Tudo foi aumentando e aumentando. Quando comecei a trabalhar foi ficando cada vez maior.”

O ABBA, formado por Ulvaeus, Benny Andersson, Agnetha Faltskog e Anni-Frid Lyngstado, conquistou fama global depois de vencer o Eurovision Song Contest de 1974. A banda teve um êxito comercial imenso com uma sucessão de hits nos anos 1970 e 1980, como Dancing Queen, Mamma Mia e Thank You for the Music.

 


 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.