Grupo A Barca traz à SP os shows ´Turista Aprendiz´ e ´Ensaio de Samba´

O grupo A Barca dá início amanhã a uma temporada de sete semanas na cidade, com dois espetáculos distintos que reúnem boa parte de suas inúmeras descobertas musicais e culturais pelo País. Os shows Turista Aprendiz, de lançamento do 1.º CD do grupo, de mesmo nome, e Ensaio de Samba são o resultado de uma pesquisa fundamentada na missão de pesquisas folclóricas coordenada por Mário de Andrade ao Norte e Nordeste.A música popular tradicional brasileira mantém-se vigorosa, intensa e criativa. Mas essa produção ou não chega até nós ou é divulgada com nova roupagem, muitas vezes, equivocada. O grupo A Barca, felizmente, fica atento à matéria-prima nascida no mundo rural. "Observamos durante a pesquisa e as viagens feitas pelo País, em especial pelo Pará e Maranhão (local não documentado por Mário), que a produção musical popular é rica o suficiente para ser trabalhada com os seus próprios elementos sonoros", informa o pianista e compositor Lincoln Antônio, um dos integrantes do grupo. "Não houve uma preocupação em reler essa musicalidade tão tradicional, mas de mostrá-la, de movimentá-la, como Mário dizia", explica. "Por pensarmos coletivamente, foi muito natural criar com esse material de origem coletiva, sem nos perder em arranjos elaborados que comprometessem a originalidade presente nas composições antigas".O show de lançamento do álbum Turista Aprendiz - cujo nome, título de livro de Mário de Andrade, também é uma homenagem ao escritor -, pela gravadora CPC-Umes, será apresentado às sexta-feiras e sábados, no Teatro Denoy de Oliveira. Já o grupo vai levar o espetáculo Ensaio de Samba, aos domingos, na mesma casa. Antônio faz questão de ressaltar, porém, que o trabalho de A Barca não pára na produção do álbum nem na realização dos espetáculos. "Nossa idéia é semelhante aos princípios de Mário, de voltar-se para o Brasil e, assim, dar continuidade à nossa pesquisa", acredita. "Turista Aprendiz" apresenta ao público, com mais fidelidade, o universo musical do Norte-Nordeste estudado por Mário de Andrade. É uma grande aula de brasilidade sonora, com cantos de chegança, linhas de catimbó, doutrinas de mina, carimbós do Pará, jongos de Guaratinguetá e cocos da tradição popular.TrajetóriaA Barca surgiu em abril de 1998, como parte do projeto Latão Musical, da Companhia do Latão - grupo teatral dirigido por Sérgio de Carvalho. Seus integrantes, já reconhecidos por seus trabalhos individuais, são: Chico Saraiva (voz e violão), Juçara Marçal (voz), Ligeirinho (percussão), Lincoln Antônio (piano e voz), Marcelo Pretto (voz), Renata Amaral (baixo e voz), Sandra Ximenez (voz), Thomas Roher (rabeca e sax soprano) e Valquíria Roza (percussão e voz).Sua primeira produção foi o show Turista Aprendiz, que ficou em cartaz de novembro de 98 a abril de 99, no Teatro de Arena Eugênio Kusnet. Ainda em 98, o grupo criou o espetáculo Ensaio de Samba, sobre a trajetória do gênero, do lundu ao samba-rural paulista (também estudado por Mário de Andrade). Em janeiro de 1999, a turma toda viajou para o Norte e Nordeste, realizando shows em sete cidades do Pará e do Maranhão e aproveitando para aprofundar as pesquisas de campo. Além disso, em abril e maio do ano passado, A Barca apresentou o espetáculo em 24 cidades do interior do Estado. Pôde, assim, conhecer também a diversidade cultural de São Paulo. Além das composições de Turista Aprendiz e Ensaio de Samba, o repertório de A Barca inclui inúmeras músicas de festas populares do Brasil e canções e poemas de orixás (pontos e orikis).A Barca. Amanhã e sábado, às 21h30; dom., às 20 horas. R$ 5. Teatro Denoy de Oliveira. Rua Rui Barbosa, 323, tel. 251-3119. Até o dia 2/7

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.