Grateful Dead sem licença para show

O muito anunciado concerto de reunião dos membros sobreviventes da banda Grateful Dead está ameaçado de não se realizar. Autoridades do condado de Walworth, no Estado de Wisconsin, recusaram a licença pedida pelos organizadores do concerto sob o argumento de que a polícia não tem condições de garantir a segurança da multidão de 200 mil pessoas esperada durante os dois dias planejados de show.O concerto, que tem o nome de Terrapin Station _ Uma Reunião de Família do Grateful Dead, estava programado para os dias 3 e 4 de agosto na cidade de East Troy. O evento reuniria Mickey Hart, Bill Kreutzmann, Phil Lesh e Bob Weir pela primeira vez desde que o líder do Grateful Dead, o guitarrista Jerry Garcia, morreu, em 1995, de um ataque do coração. Cada um dos músicos iria se apresentar com sua banda atual e depois os quatro fariam um show juntos.Em seus 30 anos de história, o Grateful Dead mantém uma legião de fãs conhecidos como Deadheads, tão fiéis que se transformaram numa espécie de tribo. Seus membros são conhecidos como Deadheads. Os shows da banda, símbolo máximo do rock californiano psicodélico dos anos 60, costumam ser longas jam sessions, que levam o público ao delírio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.