Grandes nomes do jazz em Ouro Preto

A cidade histórica de Ouro Preto recebe grandes nomes do jazz mundial no Tudo é Jazz - Festival Internacional de Jazz de Ouro Preto, de hoje a domingo: O guitarrista americano John Pizzarelli, o pianista cubano Gonzalo Rubalcaba. o baixista argentino Pedro Azner e o pianista e compositor brasileiro Wagner Tiso participam do evento. Três shows por noite no Parque Metalúrgico - Centro de Artes e Convenções da Universidade Federal de Ouro Preto. Da música mineira abre hoje, na primeira noite de shows, o grande representante será Túlio Mourão, idealizador do festival, e seus convidados especiais Nivaldo Ornellas e Rufo Herrera, a voz feminina de jazz-samba de Luciana Souza, uma revelação após ter sido indicada ao Grammy de melhor cantora de jazz de 2002. O piano de Rubalcaba fecha a noite.Na sexta-feira é a vez do baixista argentino Pedro Aznar, que tocou nas bandas de Pat Metheny e Charly Garcia fazer o primeiro show da noite, seguido pela dupla entre a cantora mineira Alda Rezende e o pianista mais importante da Nova Zelândia Jonathan Crayford vão se apresentar juntos e Wagner Tiso e o guitarrista Victor Biglione fecham a noite fundindo MPB e jazz. A jovem violonista Kaki King abre a noite americana do sábado. Depois dela, tocam o trio Bad Plus e finalmente a grande atração do festival, o trio do pianista John Pizzarelli.O festival terá parte de sua bilheteria revertida para compra de instrumentos para a orquestra infanto-juvenil do Morro da Queimada de Ouro Preto.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.