Robyn Beck/AFP
Robyn Beck/AFP

Grammy 2019: Filhos de Chris Cornell recebem prêmio póstumo do pai

Antes do início da premiação, artistas como Lady Gaga, Ariana Grande e Childish Gambino já haviam vencido prêmios

Redação, O Estado de S.Paulo

10 de fevereiro de 2019 | 23h02

No total, o Grammy, a maior premiação da música mundial, entrega anualmente troféus para 84 categorias, dos mais variados gêneros musicais. Claro que, com esse grande número de vencedores, não dá para entregar todos os troféus na transmissão televisiva da cerimônia de premiação, que conta com cerca de três horas e meia de duração. 

Por isso, a organização do Grammy 2019 já entregou, na noite deste domingo, alguns prêmios antecipados. A cerimônia de premiação televisiva, que este ano conta com a cantora Alicia Keys como apresentadora, terá transmissão no Brasil a partir das 23h pelo canal pago TNT. 

Um dos maiores destaques da cerimônia prévia foi a entrega do prêmio de melhor performance de rock, cujo vencedor foi o cantor Chris Cornell, que morreu em maio de 2017, ao tirar a própria vida. Os filhos do cantor, Toni Cornell e Christopher Cornell Jr, receberam o prêmio em nome do pai, a quem fizeram uma homenagem. 

Entre as categorias de rock, o destaque ficou para a banda Greta Van Fleet, que venceu o prêmio de melhor álbum de rock, por From The Fires

A cantora Lady Gaga também foi destaque nos prêmios antecipados. Venceu dois troféus, de melhor performance solo pela música Joanne (Where Do You Think You're Goin'?), versão acústica para a música original lançada no álbum Joanne (2016), e também como melhor música escrita para mídia visual, por Shallow, em parceria com Bradley Cooper, da trilha sonora do filme Nasce Uma Estrela, pelo qual ela concorre ao Oscar de canção e de atuação. 

Entre os prêmios antecipados, se destaca também a primeira vitória da cantora Ariana Grande no Grammy. Depois de seis indicações ao longo da carreira, este ano ela levou seu primeiro troféu pelo disco Sweetener (2018), na categoria de melhor álbum vocal pop. 

No rap, os destaques são Childish Gambino, vencedor de melhor performance de rap cantado e melhor clipe musical por This Is America, e Kedrick Lamar, líder de indicações concorrendo em oito categorias, vencedor de melhor performance de rap por King's Dead (com Jay Rock, Future & James Blake).

O casal Beyoncé e Jay-Z, como o grupo The Carters, venceu o prêmio de melhor álbum urbano contemporâneo por Everything Is Love.

Veja aqui a lista de vencedores do Grammy 2019.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.