Grã-Bretanha ameaça deportar ex-favorita em programa de calouros

LONDRES (Reuters Life!) - Um dos ex-favoritos à vitória no concurso televisivo de calouros "X Factor" pode ser deportado da Grã-Bretanha, informou o ministério de Relações Exteriores do país nesta quarta-feira.

REUTERS

06 de outubro de 2010 | 09h20

Gamu Nhengu, de 18 anos, nascida no Zimbábue, foi surpreendentemente eliminada do programa no fim de semana, o que resultou em críticas a Cheryl Cole, jurada responsável pela decisão, e motivou uma campanha que já atraiu mais de 200 mil adesões no Facebook. A eliminação de Nhengu também foi capa dos principais jornais populares da Grã-Bretanha.

Agora, as autoridades imigratórias confirmam que a mãe dela não recebeu autorização para permanecer na Grã-Bretanha. A família vive na Escócia.

"A solicitação feita pela sra. Ngazana e sua família foi recusada por não atender a todas as condições para a aprovação. Sua família, que fez a solicitação na condição de dependente dela, foi portanto também recusada", disse a chancelaria em nota.

"Quando as pessoas não têm o direito de permanecer no Reino Unido, esperamos que saiam voluntariamente", acrescentou o texto.

Não ficou claro se Cole sabia dos problemas imigratórios da candidata na hora de eliminá-la.

(Reportagem de Mike Collett-White)

Tudo o que sabemos sobre:
MUSICACALOURADEPORTADA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.