Globo aguarda aval de Roberto Carlos

A Globo programou para 22 dedezembro, um sábado, após O Clone, a exibição do tradicionalespecial de fim de ano com Roberto Carlos. Mas o cantor aindanão se manifestou sobre o assunto com a emissora. O roteiro jáfoi esboçado pelo diretor de núcleo Roberto Talma. "Estou nadependência de um encontro com o Roberto para conversarmos",afirmou Talma. "Todo o processo depende dele".O diretor contou que planejou fazer dois ou três clipespara o especial com músicas do CD Acústico, cujo lançamentotambém vem sendo adiado pelo cantor. Uma das músicas que Talmapensou em transformar em clipe é Todos Estão Surdos. "Essamúsica parece profética, não?", disse, em referência à letra que fala sobre Deus. A canção já ganhou um clipe da MTV,emissora responsável pela gravação do CD Acústico.Enquanto Roberto não definir a estratégia de lançamentode seu disco, o programa da Globo fica empacado. Afinal,esse especial costuma ser o principal meio de divulgação dosdiscos que o cantor lança no fim do ano. "Roberto é assimmesmo", disse Talma. "A gente tem que gostar dele do jeito queele é."

Agencia Estado,

08 de outubro de 2001 | 15h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.