Gil volta aos palcos 10 meses após deixar o governo

Ex-ministro da Cultura e músico baiano faz única apresentação nesta quarta-feira em São Paulo

Felipe Branco Cruz, Jornal da Tarde

13 de maio de 2009 | 10h16

Quando lançou seu novo álbum Banda Larga - Cordel, no ano passado, o músico Gilberto Gil estava deixando o Ministério da Cultura e buscando retomar o contato com seu público. O mote do disco era modernidade e tradição, explícito no título da obra. Ainda na estrada, após seis meses longe dos palcos paulistanos, o baiano retorna à capital para um único show hoje, às 21h30, na casa de espetáculos HSBC Brasil. Sua turnê já passou por países como Estados Unidos, Canadá, Líbano, Japão, Argentina, Paraguai, Uruguai e alguns da Europa.

Na época do lançamento do disco, em entrevista coletiva, ele explicou que o álbum era sobre novas tecnologias e sua ligação com a arte. “Cordel é uma homenagem e um retorno às tradições dos poetas nordestinos”, disse. O último trabalho de inéditas foi lançado há dez anos, com o álbum Quanta. Mas, quando lançou Banda Larga, o músico disse que um dos motivos da demora foi por conta da sua atuação no Ministério da Cultura, que o ocupava a maior parte do tempo.

O que mais chamou a atenção no novo show foi o convite de Gil ao público para filmar e fotografar o que quisessem ao invés da tradicional proibição. Neste um ano de estrada ele passou a reunir esses vídeos e fotografias para divulgar no site www.bandalargacordel.com.br, criado exclusivamente para isso. “Se quiserem divulgar na internet os meus vídeos, que o façam”, afirmou o cantor na época.

O último vídeo publicado no site mostra Gil em show na cidade de Franca, no interior paulista. Com 1m26s de duração, o vídeo amador, feito de uma posição privilegiada embaixo do palco, mostra Gil cantando e regendo o público durante a canção Refazenda.

Os shows da turnê Banda Larga - Cordel guardam ainda algumas surpresas, como a distribuição de fitinhas de Nosso Senhor do Bonfim. Cada fita traz um número que o público deve informar no site para depois receber um brinde do cantor.

Antenado com os meios digitais, além de vídeo e foto, Gil também mantém um blog com todos os bastidores das turnês nacional e internacional, além de comentários do público.

O show faz parte do projeto organizado pela rádio Nova Brasil FM, que traz ao público paulistano os ícones da música nacional. Gil será acompanhado pela banda formada pelos músicos Arthur Maia (baixo), Alex Fonseca (bateria), Bem Gil (guitarra), Claudio Andrade (teclados), Gustavo de Dalva (percussão) e Sergio Chiavazzolli (guitarras).

No repertório, ele apresentará os sucessos da sua carreira, como o já citado Refazenda, Palco, Tempo Rei, Realce, além das novas canções do Banda Larga - Cordel. Entre elas Não Grude Não, Despedida de Solteira, Olho Mágico e A Faca e o Queijo. Esta última, composta em 1996, mas nunca lançada, foi feita em homenagem a sua esposa, Flora Gil. Nos versos, ele deixa claro: “Você reclama / Que eu não lhe faço uma canção / Acha que a chama / A velha chama da paixão / Não nos inflama mais / Com tanto ardor / Como na época em que éramos / A faca e o queijo.”

DIVIRTA-SE

Gilberto Gil em Banda Larga Cordel. Única apresentação, hoje, às 21h30. HSBC Brasil (R. Bragança Paulista, 1281. Chácara Sto. Antônio). De R$70 a R$200. 16 anos. Tel: 4003-1212

Tudo o que sabemos sobre:
Gilberto Gil

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.