Gil abre edição carioca do PercPan

Na abertura da edição especial de um dos maiores festivais de percussão do mundo, o PercPan, hoje de manhã, o ministro da Cultura, Gilberto Gil, não resistiu e deixou o músico falar mais alto. Tirou o paletó, subiu ao palco do teatro do Espaço Criança Esperança, no morro do Cantagalo (zona sul), e, com a ginga habitual, dançou duas música e cantou durante dez minutos acompanhado pelo saxofonista jamaicano Dean Fraser. "Eu sou um artista. É como eles me conhecem. Através das canções, da dança, do ritmo, do forró, do samba, do xaxado, do reggae. É bom que a gente possa aportar essas coisas ao trabalho ministerial, que é difícil. Se não fica mais fácil (o trabalho), pelo menos fica mais divertido (risos)", disse o ministro.Depois de 10 anos, o Panorama Percussivo Mundial (PercPan), realizado no último fim de semana no Teatro Castro Alves, em Salvador, ganhou umaedição especial no Rio, cidade que, a partir do ano que vem, se torna o palco oficial do evento. Uma das novidades anunciadas hoje é a inclusão no programa de um noite mais voltada para o público jovem, na Marina da Glória, com apresentações de músicos mais pop. A festa de amanhã vai ser aberta por Caetano Veloso e Zeca Pagodinho. Será uma homenagem ao ministro, que, durante sete anos consecutivos, foi diretor artístico do evento. A renda do show será doada ao Espaço Criança Esperança, que atende crianças e adolescentes de comunidades carentes da cidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.