George Michael teme voltar aos EUA

George Michael está com uma batata quente nas mãos: seu vídeo mais recente. O cantor está com medo de voltar para os Estados Unidos, onde mora, por causa da polêmica relacionada ao clipe da canção Shoot the Dog, em que faz críticas ao presidente George W. Bush e à resposta americana aos ataques terroristas de 11 de setembro. Em entrevista para o programa de TV britânico Tonight, ele disse que não se arrepende de ter feito o vídeo de desenho animado e que a maior parte da reação negativa ao trabalho é causada pela "homofobia". "Os americanos estão muito reacionários agora, por causa da polêmica", disse ele. "Não posso voltar para a América, ainda que o meu parceiro esteja lá. Foi até dito que eu era um simpatizante da al-Qaeda." O cantor também admitiu que tem dado entrevistas para fazer o "controle dos estragos" em sua imagem pública.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.