George Michael nega antiamericanismo

George Michael teve de correr esta semana para dizer quenão é "antiamericano", depois de uma onda de protestoscontra seu single mais recente, Shoot the Dog, em que chamao presidente George W. Bush de "valentão" e critica a GuerraContra o Terror do governo americano. "Eu definitivamente nãosou antiamericano, como poderia ser? Estou apaixonado por umtexano há seis anos", disse ele. Seu namorado é o americanoKenny Goss. Ele afirmou, no entanto, que está preocupado com apolítica da Casa Branca e com as notícias de que os EstadosUnidos e a Grã-Bretanha vão invadir o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.