Captada da internet
Captada da internet

George Michael canta 'Somebody to Love' durante ensaio e impressiona David Bowie e Seal

O cantor tinha orgulho em ter participado do show em tributo ao cantor Freddie Mercury em 1992, mas ainda não tinha revelado sua homossexualidade

Amilton Pinheiro, O Estado de S.Paulo

26 Dezembro 2016 | 20h09

Está circulando hoje na internet um vídeo do cantor George Michael ensaiando a música Somebody to Love, junto com a banda Queen para um show que seria realizado em 20 de abril de 1992, no Wenbley Stadium  em tributo ao Freddie Mercury, que havia morrido no ano anterior. O show foi um enorme sucesso com um público presente de 72 mil pessoas. O dinheiro arrecadado foi para a fundação de Freddie Mercury, que estava sendo instituida para novas pesquisas para tratamento contra a Aids (o líder do Queen morreu em decorrência da doença).

A força da interpretação de George Michael impressionou quem estava presente naquele ensaio, além da banda Queen, os cantores David Bowie e Seal que participariam do tributo ao Freddie Mercury. George revelaria algum tempo depois que aquele show foi “o momento de maior orgulho da minha carreira, com uma certa dose de tristeza”. Esse misto de sentimentos era por conta não somente da morte do amigo, mas porque até aquele momento o cantor não havia declarado publicamente sua homossexualidade (ele já estava namorando secretamente o estilista brasileiro Anselmo Feleppa, que morreria de Aids, em 1993).

O tributo a Freddie Mercury contou com vários astros da música internacional entre eles: Elton John, U2, David Bowie, mas um dos pontos altos foi a interpretação visceral de Somebody to Love por George Michael, diria Brian May, guitarrista do Queen, na época.“George Michael foi o melhor. Ele executou uma nota na sua voz que só Freedie Mercury conseguia”. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.