JF Diorio|Estadão
JF Diorio|Estadão

Gene Simmons, do Kiss, também é acusado de assédio e comportamento inadequado

Vocalista da banda de rock ainda não comentou o caso

O Estado de S. Paulo

16 Dezembro 2017 | 15h20

Gene Simmons, líder da banda Kiss, está sendo processado por assédio sexual por uma mulher que alega que o roqueiro se comportou inadequadamente durante uma entrevista, informou o site especializado em  celebridades TMZ

De acordo com a publicação, a mulher prefere manter o anonimato e diz que entrevistou o baixista do Kiss em novembro deste ano, na abertura do restaurante Rock & Brews, em San Bernardino, na Califórnia. 

Nos papéis do processo, a repórter afirma que o músico aproximou-se ela e colocou a mão na coxa dela forçadamente, o que a deixou bastante desconfortável. Simmons seguiu se comportando inapropriadamente. Pegou nas mãos da repórter, disse-lhe que eram macias e mexeu no pescoço dela. 

Na acusação, a repórter diz que tentou encerrar a entrevista, mas Simmons seguiu pressionando-a. Durante de uma foto em grupo, Simmons teria apalpado as nádegas da moça.

Procurado pelo TMZ, o representante do líder do Kiss não se manifestou. 

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.