Gal entra para a sala da fama do Carnegie Hall

Gal Costa é a brasileira que mais vezes se apresentou na casa de shows novaiorquina Carnegie Hall e terá seu retrato exposto na sala da fama (Hall of Fame). Ela será vizinha de parede de, entre outros, Frank Sinatra, Ella Fitzgerald, Billie Holiday e Sarah Vaughn. A cantora, de 56 anos, apresentou-se no Carnegie Hall na última segunda-feira para uma platéia de 5 mil pessoas, entre brasileiros e norte-americanos. Com o show, Gal somou sete apresentações no Carnegie.O show de segunda, intitulado 40 anos de Bossa Nova, era parte da turnê norte-americana da cantora. Desde o dia 5 deste outubro, Gal, em parceria com Dori Caymmi, tem se apresentado nos EUA. No Carnegie Hall a cantora prestou homenagem às vítimas dos atentados do dia 11 de setembro ao interpretar, em andamento de canção de ninar, o hino "não-oficial" do país, América, The Beautifull. O espetáculo também contou com a participação da gaitista belga Toots Thieleman, que realizou um dueto com a brasileira em I Fall in Love Too Easily. Desde o início do giro, Gal e Dori Caymmi tocaram em Santa Cruz, São Francisco, Los Angeles, Miami, Boston e Nova York. Ao final do mês, a cantora volta ao Brasil para ensaiar o show de seu 26º disco, De Tantos Amores, cuja estréia deve ocorrer em janeiro do ano que vem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.